O vídeo ‘Geo metria’ (2015) é uma compilação de arquivos de vídeos tomandos em viagens pelo mundo da China ao Brasil, passando por países da Europa, e no Brasil por cidades como o Rio de Janeiro, Brasília e Vitória. A edição dessas imagens reconfiguram o espaço pelo que se vê, por aquilo que a vista abarca. Os vídeos que compõem o trabalho registram uma espécie de percurso do inesperado - privilegiam o “instantâneo” e vem sendo produzidos nessa condição por câmera de telefone celular. As imagens editadas ao acaso de modo contínuo, em tempo real, são projetadas em loop. Transformam-se em elementos abstrato geométricos sobrepostos, e desse modo sugerem novas espacialidades e temporalidades. São ainda uma metáfora desse continuo entrecruzamento de fronteiras em um mundo global.